sábado, 26 de novembro de 2016

Take me out

 Se algum dia alguém me perguntar, como tudo começou eu juro que não saberia responder.Quando foi que me senti diferente pela primeira vez?O que aconteceu que senti vontade de me esconder do mundo? Aonde quero chegar com tudo isso?
 Essas são algumas das muitas questões,que me fazem ficar olhando o teto madrugada andentro,enquanto me atormento pela idéia de que preciso levantar cedo,e portanto não deveria já estar dormindo.
 As vezes penso que somos meros intérpretes de uma história escrita por alguém, outras acredito que o que somos é apenas fruto das escolhas que fazemos.
 Seja como for,as coisas são como são,é.honestamente não sei se quero pensar a respeito.
 Finalmente fui a minha consulta com o psiquiatra,ele é um cara muito estranho,ficou parado me olhando e eu odeio ser observada,mas ele me receitou Fluoxetina que é bem mais barato e seguro comprar com receita do que pelas internet afora,ainda é cedo pra dizer se está fazendo efeito,já que não como por compulsão e sim pra me consolar (bizarro,eu sei!),e tenho dormido bem,mas as crises de choro ainda persistem,comecei terapia,finalmente mas não tô gostando não (gente sou muito chata) ele me faz falar algumas coisas e me perguntou o que eu achava das coisas que relatei merda!se eu soubesse não teria procurado terapia espero que tenha um motivo pra isso e principalmente,que isso me ajude,não quero só ficar tirando esqueletos do armário.
 Meninas me contem suas experiências com terapia,preciso saber se isso tem futuro haha

Com amor,Alice ♥

4 comentários:

  1. Olá Alice! Amei demais o blog! Espero que tenha melhorado da decepção amorosa, aquele cara não te merecia, sem dúvidas você irá encontrar um homem a sua altura! Também fui a um psiquiatra recentemente, mas fiquei com medo de falar da anorexia, inventei que tinha problemas de ansiedade e estress com a faculdade e em troca recebi um remédio que nem existia, desisti da cura depois dessa hahahaha, mas para a maioria das pessoas a terapia ajuda bastante, espero que seja o seu caso. Beijos e boa sorte na terapia!!

    ResponderExcluir
  2. Hey, Alice! *-*
    Realmente... Esse ano de 2016 não foi bom em nada e já deu o que tinha que dar! Não vejo a hora de janeiro chegar, para que assim eu deixe 2016 para trás definitivamente.

    Eu nunca fiz terapia, então não posso palpitar quanto ao assunto... O que sei é que ás vezes ajuda e em outros casos não... O principal pelo que me dizem é que você se identifique com o profissional com o qual irá se abrir. Se não se sentir á vontade com ele, mude. Afinal, você não é obrigada a se tratar com alguém que não se sinta á vontade na hora da consulta...

    Espero que as coisas estejam um pouco melhores quanto a decepção amorosa e todos os outros aspectos de sua vida, pois li os posts anteriores para poder me situar de como está. <3

    Desejo-te tudo de bom e que as coisas melhorem para ti. *-*

    Beijinhos. ;*

    ResponderExcluir
  3. terapia é bom, psiquiatras são um cu, te entopem de remedios, te olham, te julgam, te poe pra baixo e jogam uma realidade que vc ja conhece bem na sua cara. e fluoxetina so me fazia dormir

    ResponderExcluir
  4. Olá, Alice.
    Minha experiência com terapia foi horrível. Mas acho que ninguém gosta, você precisar enfrentar seus fantasmas dentro de um consultório, é bizarro. Mas acho que pode ser bom ir a um psicólogo, mas desencorajo ir ao psiquiatra, te entupir de medicamento não vai adiantar em nada.

    ResponderExcluir